Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Programa de Pós-Graduação em Economia

Área do conteúdo

Publicado o texto n.º 43 da Série de Estudos Econômicos do CAEN

Data de publicação: 12 de novembro de 2021. Categoria: Série de Estudos Econômicos

A Série de Estudos Econômicos do CAEN publica textos produzidos pelos docentes do Programa de Pós-Graduação em Economia (CAEN/UFC) sobre temas da atualidade cujo propósito é motivar a leitura e incentivar a participação da comunidade acadêmica através de contribuições acerca de determinado objeto de estudo.

Em novembro de 2021, disponibilizamos o texto a seguir para leitura:

SEEC-43 – Análise do desempenho econômico do Nordeste brasileiro, no período 1985-2014, à luz da história das políticas públicas (histórias, teorias, instituições, políticas e cálculos).

Autores: Jair do Amaral Filho, Christiano Modesto Penna, Francisco Halysson Vieira.

Resumo: O presente trabalho faz uma análise da trajetória do crescimento econômico do Nordeste brasileiro no período 1985-2014, com o apoio metodológico da Contabilidade de Crescimento e à luz das políticas públicas de desenvolvimento regional, para o Nordeste. A primeira parte do trabalho procura traçar os contornos das políticas públicas, sobretudo, federais de desenvolvimento econômico para a região a fim de fornecer um referencial sobre a formação e construção das bases propulsoras do crescimento, em particular do capital físico. A segunda parte do trabalho realiza uma análise do crescimento econômico do Nordeste, para o período proposto, a partir das funções de produção estimadas para os estados nordestinos – utilizando como variáveis o PIB real por trabalhador, o capital físico por trabalhador, o capital humano por trabalhador e a produtividade total dos fatores-PTF. Como não há dados sobre o estoque de capital físico para as unidades federativas, testaram-se as principais metodologias propostas na literatura nacional para se chegar a uma estimação. Ademais, conduziram-se análises de estabilidade para os parâmetros e testes de robustez. De um modo geral, os resultados mostraram que a metodologia de Ferreira (2010), dentre algumas outras empregadas, foi a mais adequada na realização das estimações do parâmetro de elasticidade do capital físico (𝛼). Além disso, para analisar a série temporal completa (1985-2014) também foi mostrado que a contribuição da força de trabalho-capital humano para o crescimento do produto nos estados nordestinos foi relativamente alta, assim como a razão do estoque de capital físico por produto, na maioria dos estados no Nordeste, teve contribuição negativa, minando o crescimento do produto per capita. Por último, constatou-se que a contribuição da produtividade total dos fatores (PTF) teve impacto negativo no crescimento econômico de cinco estados nordestinos.

Palavras-chave: Economia do Nordeste; Políticas Públicas de Desenvolvimento Regional; Crescimento Econômico; Contabilidade do Crescimento.

Acesse os demais títulos desta Série em: https://caen.ufc.br/pesquisa/serie-estudos-economicos/

Acessar Ir para o topo