Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Programa de Pós-Graduação em Economia

Área do conteúdo

CAEN presente em workshop promovido pelo Federal Reserve Bank of New York (USA) e Research Centre on Micro-social Change / University of Essex (UK)

Data de publicação: 10 de março de 2016. Categoria: Notícias

Artigo científico de ex-aluno do CAEN/UFC Yuri Costa (atualmente cursando o PhD na Toulouse School of Economics, France) em coautoria com o professor José Raimundo Carvalho (CAEN/UFC e LECO/CAEN/UFC) foi aceito em  workshop nos Estados Unidos (https://www.newyorkfed.org/research/conference/2016/workshop-on-subjective-expectations) organizado pelo Federal Reserve Bank of New York (Banco Central Americano) e pelo  ESRC – Research Centre on Micro-social Change – University of Essex, United Kingdom. O evento em referência: “Subjective Expectations” acontecerá nos dias 12 e 13 de maio de 2016, no Federal Reserve Bank of New York, USA .

Trata-se do encontro de especialistas mundiais na área de modelagem de expectativas subjetivas e probabilidade e reúne cientistas nas áreas de Economia e Psicologia. O artigo intitulado “Modeling Bayesian Updating with many Non-Updaters: The Case of Own Subjective Homicide Victimization Risk” foi desenvolvido com base na dissertação do aluno Yuri Costa defendida em 2015, sob a orientação do Prof. José Raimundo Carvalho.

O principal resultado do artigo é a constatação de que pessoas comuns se comportam como um agente Bayesiano ao receber choques informacionais a respeito da real taxa de homicídios na sua cidade.Valendo-se de dados coletados, em pesquisa anterior, pelo Prof. José Raimundo Carvalho, onde entrevistados (receivers) recebem  informações dos entrevistadores (senders), constatou-se que um número considerável de pessoas na amostra não muda a sua probabilidade subjetiva a respeito do risco de homicídio após um choque informacional exógeno mostrando a real taxa de homicídios em Fortaleza. Ou seja, não há o esperado update no sentido Bayesiano do termo.

Para conciliar esse comportamento aparentemente contraditório, o artigo lançou mão de uma abordagem multidisciplinar (Econometria, Estatística e Teoria da Informação), onde, fundamentalmente, buscou-se racionalizar a decisão de não revisar probabilidades subjetivas seguindo um argumento de qualidade/credibilidade da informação percebida. Em outras palavras, as pessoas que não revisam suas probabilidades subjetivas, chamados pelos autores de céticos, não o fazem porque racionalmente avaliam o teor informacional da informação como irrelevante.

Outras evidências empíricas do artigo corroboram o senso comum ao constatar, por exemplo, que indivíduos mais velhos e as mulheres são mais relutantes não apenas em decidir se fazem o update ou não, mas também na escolha da intensidade desse update, em caso de mudança.

A aceitação do artigo no referido workshop mostra o contínuo aumento na capacidade de inserção científica internacional do CAEN/Pós-graduação em Economia da UFC, da FEAAC/UFC e da nossa própria universidade.

Leia o Artigo 

Acesse a programação do evento.

 

Acessar Ir para o topo